loading

05 dicas de modelagem corporal pós-operatóriaPostado por Em


Ter um corpo perfeito é um desafio para qualquer pessoa que se determine a conquistá-lo. A mudança de hábitos nem sempre é uma coisa simples e exige disciplina e uma rotina rígida de cuidados pessoais.

Para quem tem um pouco mais de pressa, pode buscar em cirurgias plásticas uma solução para esculpir o corpo. O procedimento, em geral, pode ser realizado em qualquer paciente que apresente condições físicas compatíveis, mas são mais eficazes em pessoas que recentemente perderam peso e querem remover excessos de pele e gordura localizada que permaneceram em seus corpos.

Após a cirurgia, é importante realizar um acompanhamento do processo de adaptação do corpo, garantindo que haja uma boa drenagem de líquidos e que a modelagem seja realizada. Abaixo listamos alguns procedimentos estéticos que podem auxiliar nesse processo pós-operatório. Conheça:

  • Drenagem linfática

A função da drenagem linfática é acelerar o processo de retirada dos líquidos acumulados e resíduos metabólicos. Essa técnica de massagem melhora a imunidade, relaxa, combate a celulite e a formação de gordura localizada, tendo ainda um efeito anti-inflamatório.

  • Endermoterapia/Vacuoterapia

Consiste basicamente na utilização de pressão negativa aplicada através de ventosas, que se apresentam em diversos formatos. Sua aplicação suaviza consideravelmente edemas e fibroses, drenando e descongestionando os tecidos, normalizando o relevo da pele e promovendo uma cicatrização mais rápida e de melhor qualidade.

  • Ultrassom

Os equipamentos de ultrassom oferecem a terapia através da micromassagem profunda, auxiliando nos processos de cicatrização, melhorando a qualidade do tecido e prevenindo as tão famigeradas fibroses.

  • Radiofrequência

Por meio da conversão da energia eletromagnética em calor, a radiofrequência eleva a temperatura dos tecidos abaixo da pele, tratando a fibrose que pode se formar após um procedimento cirúrgico.

  • Laser Terapêutico

É uma ferramenta imprescindível para o pós-operatório, melhorando o processo de cicatrização e reestruturação do colágeno, formação de novos vasos, eliminação do edema e o principal: pode ser utilizado imediatamente após a cirurgia, pois não há contato direto com a pele durante o procedimento, evitando assim contaminações e riscos durante esse período.

As dicas sugeridas neste artigo são procedimentos realizados por profissionais. Portanto, procure por pessoas e clínicas de confiança no mercado, que sejam atualizadas em suas técnicas e saibam como proceder em tratamentos pós-operatórios.

Por último, é importante lembrar que o que fazemos no nosso cotidiano pode ajudar ou atrapalhar a boa recuperação de um procedimento cirúrgico estético. Dessa forma, cuide de sua alimentação, evite banhos quentes (o calor é um potente vasodilatador), corte o cigarro e busque se alimentar melhor.

Gostou das nossas dicas?

Então compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *